DESLIZAMENTO DE BLOCO RETANGULAR

ESTUDOS EXPERIMENTAL, TEÓRICO E COMPUTACIONAL

  • Daniel Oliveira Fernandes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
  • Alberto Carlos Bertuola Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Resumo

Este artigo apresenta o trabalho em que foi obtido um valor numérico do coeficiente de atrito cinético de um corpo em movimento sobre uma superfície horizontal rugosa. O experimento utilizado consistiu de um trilho de ar adaptado para que o corpo realizasse, numa primeira parte da trajetória, um movimento retilíneo uniforme. Em um determinado instante, o objeto adentrou uma região rugosa, na segunda parte do percurso, passando a descrever um movimento retilíneo uniformemente variado retardado até atingir o repouso. Justamente para essa fase do movimento, o coeficiente de atrito cinético é relacionado com a aceleração do móvel, por meio da segunda lei de Newton. A parte experimental desse projeto é a filmagem do movimento do corpo em todo o seu percurso, que depois passou a ser analisada utilizando o software Tracker, obtendo um valor experimental para a aceleração do corpo na parte final do movimento, então utilizado para obter o valor numérico do coeficiente de atrito cinético.

Publicado
2019-03-05
Seção
Especial III EICPOG