A PRESENÇA DO NEGRO NO URBANISMO PAULISTANO

A IGREJA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS HOMENS PRETOS (1870-1908)

  • Tainã Antunes Dórea
  • Fausto Henrique Nogueira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar a presença do negro no urbanismo paulistano, particularmente nas regiões centrais da cidade, a partir da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, entre os anos de 1870-1908, utilizando-se do conceito de sociabilidade estabelecido pelo historiador francês Maurice Agulhon (2009). Dessa maneira, procura construir algumas conclusões acerca da inserção do negro na dinâmica histórica da capital paulista naquele período.

Publicado
2019-03-05
Seção
Especial III EICPOG