ANÁLISE DA JORNADA DO HERÓI DE VASCO DA GAMA EM "OS LUSÍADAS"

  • João Victor Petroni Rodrigues Instituto Federal de São Paulo

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a jornada do herói de Vasco da Gama em “Os Lusíadas”, relacionando-a com a cosmovisão que pautou a produção do poema e com o fenômeno universal do herói, particularmente em seu aspecto épico e clássico, visando a compreender como esses dois níveis, ligados intimamente, concretizam-se na epopeia camoniana e o que simbolizariam no mundo renascentista português. Como base analítica da trajetória heroica e de seus elementos, adotou-se Campbell (2007); para a caracterização do cosmo e do herói nas epopeias, utilizou-se Lukács (2000), e, na transposição desta para o poema analisado, Pereira (2007); à contextualização histórica, ideológica e literária do período e da obra em questão, serviram de base Carpeaux (2012), Abdala Júnior & Paschoalin (1985) e Cidade (1979); utilizando-se Aristóteles (2008) e Horácio (2014) para definições clássicas de Teoria Literária.

Publicado
2020-11-30
Seção
Artigo Graduando