PROJETO DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA A SEMIÓTICA DA CANÇÃO EM SALA DE AULA: A SEMIÓTICA DA CANÇÃO EM SALA DE AULA

  • Viviane da Silva Pinto IFSP

Resumo

Este artigo apresenta um plano de atividades da Residência Pedagógica a serem desenvolvidas pelos bolsistas de Licenciatura em Letras do Instituto Federal de São Paulo/Câmpus São Paulo (IFSP-SPO), em conjunto à coordenação, ao corpo docente e ao discente da Escola Estadual Buenos Aires. A proposta visa explicitar a importância da análise semiótica da canção, idealizada por Tatit (2016), que permite que façamos um trabalho de construção de sentido mais completo em relação ao texto musical trabalhado, pois garante que sejam incluídas na análise as valorações presentes na entonação que se encontra na voz da comunicação humana levada para a composição das canções. Para isso, a proposta traz um embasamento teórico semiótico e a aplicação de uma análise da canção Tempo de Pipa, de Cícero Lins (2011), composta e interpretada por ele mesmo no álbum “Canções de Apartamento”, com base nos parâmetros da semiótica da canção de linha greimasiana estabelecidos por Luiz Tatit (2016). Tal análise possibilita compreender como se dá a associação do que é dito e de como é dito, o que direciona e dá efeitos de sentido nas unidades entoativas da canção. Sendo assim, essa proposta de projeto acadêmico possibilitará ajudar os alunos a desenvolverem habilidades de interpretação de sentidos construídos na integração de diferentes linguagens.

Publicado
2020-09-07
Seção
Letras - Práticas e Residência Pedagógica